MULHER É ARRASTADA PELO CARRO DA POLÍCIA APÓS SER BALEADA.


O comando da Polícia Militar do Rio de Janeiro prendeu os policiais que socorreram uma mulher baleada durante um tiroteio. No caminho até o hospital, a porta abriu e a mulher foi arrastada pelo carro da polícia. A auxiliar de serviços gerais Cláudia da Silva Ferreira saiu para ir à padaria e foi atingida por três tiros durante um confronto.

A cena da mulher baleada sendo arrastada foi gravada por um cinegrafista amador e publicada pelo Jornal Extra na internet. A porta traseira do carro da polícia abriu e o corpo ficou pendurado pela roupa. Pedestres e motoristas alertaram os policiais, que pararam, colocaram a mulher de novo no porta-malas e seguiram para o hospital.

A auxiliar de serviços gerais foi baleada no Morro da Congonha, em Madureira, na manhã de domingo (16) durante uma operação policial. Ela tinha saído para ir à padaria e levou três tiros. Claudia tinha 38 anos, era mãe de quatro filhos e criava quatro sobrinhos. Os três policiais, dois subtenentes e um soldado, que levaram Cláudia para o hospital dentro do porta-malas do carro estão presos. A PM abriu um inquérito e a Polícia Civil também investiga o caso. (G1)

Compartilhar no Google Plus

Por: Fala Recôncavo!

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

O PORTAL FALA RECÔNCAVO NÃO SE RESPONSABILIZA POR OPINIÕES EMITIDAS POR TERCEIROS NESTE ESPAÇO, MAS INFORMA QUE COMENTÁRIOS OFENSIVOS QUE EXPONHA PESSOAS,ENTIDADES OU EMPRESAS SERÃO EXCLUÍDOS

* OS COMENTÁRIOS NÃO REFLETEM A OPINIÃO DESTE BLOG,OS MESMOS DEVERÃO SER IDENTIFICADOS PARA SEREM ACEITOS, SEJA QUAL FOR O SEU TEOR.