Chikungunya atinge 35 cidades baianas; Vigilância estima zerar transmissão local em 6 meses.


A febre chikungunya já atinge 35 municípios na Bahia, segundo último relatório da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). De acordo com a pasta, até o dia 21 de outubro foram notificados 1.267 casos no estado. Feira de Santana, no centro norte, ainda é a primeira em registros, com 371 casos confirmados de 1.015 notificações feitas, e Riachão do Jacuípe, na mesma região, tem 82 casos confirmados, com174 notificações. As outras confirmações da doença ocorreram em Salvador, com dois casos, e em Alagoinhas, Cachoeira e Amélia Rodrigues, que registraram um caso confirmado cada uma. No entanto, segundo a Sesab, todos os registros fora de Feira tiveram foco na segunda maior cidade do estado. De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Sesab, Jesuína Castro, um plano de ação estadual foi aprovado na sexta-feira (17) com representantes de secretarias de saúde do interior para intensificar o combate à doença. “Pela primeira vez, nos reunimos com um público ampliado de secretários e nós vamos apoiar esses municípios que têm dificuldades de recursos e de qualificação para enfrentar a doença”, disse Jesuína. A coordenadora afirmou também que o objetivo é manter o mesmo trabalho com a perspectiva de evitar que a doença se torne endêmica (recorrente no estado) em seis meses. “Nós pretendemos fazer esse trabalho e reduzir ao nível zero  [quando a doença não é mais transmitida por pessoas que moram no local]”, completou.(BN)
Compartilhar no Google Plus

Por: Fala Recôncavo!

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

O PORTAL FALA RECÔNCAVO NÃO SE RESPONSABILIZA POR OPINIÕES EMITIDAS POR TERCEIROS NESTE ESPAÇO, MAS INFORMA QUE COMENTÁRIOS OFENSIVOS QUE EXPONHA PESSOAS,ENTIDADES OU EMPRESAS SERÃO EXCLUÍDOS

* OS COMENTÁRIOS NÃO REFLETEM A OPINIÃO DESTE BLOG,OS MESMOS DEVERÃO SER IDENTIFICADOS PARA SEREM ACEITOS, SEJA QUAL FOR O SEU TEOR.