CRAS lança 2° edição do projeto de prevenção às drogas em Sapeaçu.


Em ação preventiva no município, se preocupando com o futuro das crianças, adolescentes e população em geral, a Prefeitura de Sapeaçu e a Secretaria de Assistência e Integração Social, através do Centro de Referência da Assistência Social – CRAS, lançou nessa quarta-feira (22), a 2° edição do projeto de combate às drogas - “Drogas, tô fora!”.
Com objetivo de conscientizar e introduzir a temática de educação para valores, como fator de prevenção para o uso de drogas entre os jovens e evitar o envolvimento com a criminalidade.

O evento que aconteceu na sede do CRAS, contou com uma palestra ministrada pela Coordenadora Pedagógica, Fernanda Lucas, que abordou temas como: drogas sintéticas e naturais, legislação, definições, fatores de riscos, drogas licitas e ilícitas, classificação das drogas, origem, o que são drogas, o que leva uma pessoa a usar drogas, efeitos e sintomas no organismo, criminalização e violência. Além dos temas explorados, os participantes do Grupo Força Jovem realizaram uma apresentação musical e uma peça teatral. 

Entre as ações de conscientização estão previstos para os estudantes da rede municipal e estadual de ensino apresentações teatrais com temas pertinentes ao assunto. “A temática será abordada com os próprios adolescentes e funcionários do CRAS, escolhemos as escolas para propagar a mensagem de “Drogas, tô fora”, por entendermos que é um espaço de formação e que reflete as vivências familiares, fazendo parte do universo de vida dos alunos, sendo um local estratégico para atuar”, explicou Fernanda.

A escolha deste tema se fundamenta no fato de que o consumo de drogas tem aumentado, especialmente entre os adolescentes, tornando-se foco de discussão, não apenas do poder público, mas de toda a sociedade que preza pela qualidade de vida das crianças e adolescentes.

Na oportunidade a Coornadora do CRAS, Diana Santos, fez questão de falar sobre a importância do projeto. “A proposta do CRAS é promover, por meio de um amplo projeto envolvendo todos os segmentos da escola, o esclarecimento sobre os problemas relacionados ao uso de substâncias psicoativas e suas implicações familiares, escolares, sociais e afetivas, bem como incentivar, por meio da linguagem visual, informativa, teatral e musical, a reflexão sobre a prevenção ao uso indevido de drogas, afirmando a vida como prioridade absoluta e a qualidade de vida como um direito a ser escolhido e construído pelo jovem”, enfatizou. ASCOM – Prefeitura Municipal de Sapeaçu
Compartilhar no Google Plus

Por: Fala Recôncavo!

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

O PORTAL FALA RECÔNCAVO NÃO SE RESPONSABILIZA POR OPINIÕES EMITIDAS POR TERCEIROS NESTE ESPAÇO, MAS INFORMA QUE COMENTÁRIOS OFENSIVOS QUE EXPONHA PESSOAS,ENTIDADES OU EMPRESAS SERÃO EXCLUÍDOS

* OS COMENTÁRIOS NÃO REFLETEM A OPINIÃO DESTE BLOG,OS MESMOS DEVERÃO SER IDENTIFICADOS PARA SEREM ACEITOS, SEJA QUAL FOR O SEU TEOR.