Trote de ”sequestro” mobiliza PM de Barreiras e faz família da ”vítima” viajar mil quilômetros.

Durante uma viagem comercial, junto com dois colegas vendedores ambulantes, o baiano de Santo Antonio de Jesus – Erivaldo Cruz Lima, foi autor de um trote que mobilizou a sua família e a polícia militar da Bahia. Eles saíram de São Felipe (BA), para percorrerem várias cidades da Bahia ao Piaui.

Contando com a cumplicidade de sua namorada, Erivaldo causou desespero aos familiares e correria na polícia militar de Barreiras, interior da Bahia. Inicialmente Erivaldo pediu para que a namorada ligasse para seus familiares e avisasse que ele e os seus colegas, tinham sido sequestrados. No falso sequestro, confirmado como trote, Erivaldo estaria ainda vivo, mas seus companheiros teriam sido mortos pelos “sequestradores”. Para que a brincadeira de mal gosto e muito sem graça seguisse convincente, pelo celular, Erivaldo fingia que falava de forma abafada, afobada e arrastada, pois queria convencer seus familiares de que estava amordaçado. Seguindo adiante com a maldade, Erivaldo pedia socorro dizendo que estava em cativeiro, amarrado no meio do mato no alto de uma serra em Barreiras. Dando dicas de sua “localização”, ele dizia ouvir os roncos dos motores dos veículos passando na rodovia e que de onde estava, conseguia avistar a placa do Motel Emoções, citando inclusive que conseguia enxergar uma pimenta vermelha em uma placa, que é uma marca do painel luminoso do motel.

Movidos pelo desespero e angustia: Edson Cruz Lima, Randerson Cruz Lima e David de Sena Adorno, primos de Erivaldo, de carro próprio, partiram de São Felipe rumo a Barreiras, para tentarem socorrer o primo “sequestrado”. Em Barreiras eles pediram a ajuda da polícia militar para achar Erivaldo no local mencionado por ele. Um dos primos de Erivaldo ficou com escoriações nos braços depois de procurar desesperado pelo primo no meio da vegetação. No Complexo Policial de Barreiras, os primos ligaram para o celular e passaram para um policial civil. Erivaldo atendeu a ligação com voz de desespero pedindo socorro ao agente de plantão.

De acordo com a policia militar, foram várias horas de buscas em vão, já que não existia sequestro e nem vítima. Ainda de acordo com a PM, junto com os três primos de Erivaldo, policiais militares se revesaram à procura do “cativeiro” e das “vítimas”. Para que a ação tivesse êxito, o comando da PM cogitou a possibilidade de pedir apoio à brigada aérea da PM em Salvador, para que deslocasse um helicóptero para ajudar nas buscas. Felizmente isso foi evitado, porque Erivaldo resolveu dar fim a brincadeira, avisando que ele e seus colegas estavam em uma cidade do Piaui, e que tudo não passou de um trote. O caso foi registrado pela polícia militar e um boletim de ocorrência contra Erivaldo, para apuração do trote criminoso, foi aberto na polícia civil de Barreiras.( Fonte:RB)
Compartilhar no Google Plus

Por: Fala Recôncavo!

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

O PORTAL FALA RECÔNCAVO NÃO SE RESPONSABILIZA POR OPINIÕES EMITIDAS POR TERCEIROS NESTE ESPAÇO, MAS INFORMA QUE COMENTÁRIOS OFENSIVOS QUE EXPONHA PESSOAS,ENTIDADES OU EMPRESAS SERÃO EXCLUÍDOS

* OS COMENTÁRIOS NÃO REFLETEM A OPINIÃO DESTE BLOG,OS MESMOS DEVERÃO SER IDENTIFICADOS PARA SEREM ACEITOS, SEJA QUAL FOR O SEU TEOR.