APLB entra com ação contra prefeito de Sapeaçu.


A APLB/Sindicato de Sapeaçu entrou com ação de improbidade administrativa e desvio de verba contra o prefeito Jonival Lucas Junior (PTB). Segundo a denúncia encaminhada ao Ministério Público Federal e Estadual, o prefeito usou dinheiro de precatório de verba carimbada para pagar honorários advocatícios, o que é proibido por lei. De acordo com a APLB, o município entrou com ação contra a União para reaver uma diferença encontrada no repasse do Fundef. Os honorários advocatício, no total de R$ 1 milhão, foram pagos com o dinheiro do precatório. De acordo com a lei, 60% dos recursos do Fundef devem ser direcionados aos professores. Os outros 40% devem ser usados em outras áreas da educação. “Ele agiu em desvio de finalidade, e desvio de verba pública”. O valor do precatório é de R$ 13 milhões. (BocaoNews)
Compartilhar no Google Plus

Por: Fala Recôncavo!

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

O PORTAL FALA RECÔNCAVO NÃO SE RESPONSABILIZA POR OPINIÕES EMITIDAS POR TERCEIROS NESTE ESPAÇO, MAS INFORMA QUE COMENTÁRIOS OFENSIVOS QUE EXPONHA PESSOAS,ENTIDADES OU EMPRESAS SERÃO EXCLUÍDOS

* OS COMENTÁRIOS NÃO REFLETEM A OPINIÃO DESTE BLOG,OS MESMOS DEVERÃO SER IDENTIFICADOS PARA SEREM ACEITOS, SEJA QUAL FOR O SEU TEOR.