Alunos e professores da UFRB produzem cadeira adaptada para crianças com deficiência.

Adicionar legenda
A construção de uma cadeira adaptada visando à adequação postural de crianças com deficiência. Esse é o resultado de um projeto desenvolvido por alunos e professores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), vinculados ao Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), campus de Feira de Santana. O produto foi apresentado em artigo premiado durante evento científico realizado no mês de março e será divulgado também em publicação internacional.

Desenvolvida pelas discentes Juliana Souza, Natássia Neves e Sillana Gomes, orientadas pelos professores Nelma Galvão e Bruno Fernandes, do curso de Bacharelado Interdisciplinar em Energia e Sustentabilidade (BES) e integrantes do Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Tecnologia Assistiva e Acessibilidade (NETAA), a cadeira é um desdobramento do projeto de extensão “O direito de Brincar”, que tem por objetivo desenvolver estratégias de lazer adaptado para crianças.

O projeto teve início em 2016 quando foi realizada uma visita técnica à Escola Municipal Monteiro Lobato, em Feira de Santana, com o objetivo de conhecer as atividades de Atendimento Educacional Especializado (AEE). Durante a visita, o grupo identificou que uma criança cadeirante enfrentava barreiras para ter acesso à horta e ao balanço da escola e decidiu focar em ações que contribuíssem para inclusão dos alunos com deficiência nas atividades de socialização e lazer.

“Para explorar melhor o meio em que está inserida e manter a atenção, a criança precisa estar com a postura adequada, estável e confortável, de modo que sua saúde e bem-estar sejam preservados, favorecendo o seu aprendizado”, destaca a professora Nelma Galvão, uma das orientadoras do projeto. Ela explica que esse tipo de cadeira adaptada é um dos recursos da chamada Tecnologia Assistiva, que permite um maior conforto, atividade e participação de seus usuários, inclusive no ambiente escolar.

Modelo de baixo custo

O modelo construído levou em consideração os conceitos de ergonomia e as medidas antropométricas de dois alunos da escola e que já passaram a utilizá-lo na Sala de Recurso Multifuncional (SRM). A ideia foi desenvolvida durante uma oficina de material reciclado, com ênfase no aproveitamento de papelão de alta densidade para a construção de recursos de Tecnologia Assistiva de baixo custo, realizada pelos pedagogos Luciana Damasceno e Jorge de Oliveira, das Obras Sociais Irmã Dulce.

De acordo com a estudante Juliana Souza, o papelão de alta densidade foi escolhido por ser um produto de fácil aquisição e permitir customização para impermeabilização e aprimoramento estético, além de durabilidade, facilidade na construção e posterior manutenção. “Por compreender a importância da sustentabilidade nos dias atuais e buscando viabilizar a construção desse mobiliário para o maior número de pessoas possível, escolhemos desenvolver o modelo com materiais de baixo custo”, disse.

Premiação regional

O caso foi relatado no artigo “As contribuições da Ergonomia para a produção de uma cadeira adaptada para crianças com deficiência”, que foi premiado como destaque de melhor artigo na área de Ergonomia e Segurança do Trabalho durante o Simpósio de Engenharia de Produção da Região Nordeste (IX SEPRONe) e Simpósio de Engenharia de Produção do Vale do São Francisco (VIII SEPVASF). Os eventos aconteceram na Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), em Juazeiro.

O artigo também foi reconhecido por sua colaboração à engenharia de produção do Nordeste, sendo encaminhado para publicação no periódico internacional de Engenharia e Tecnologia do Instituto de Tecnologia e Educação Galileo da Amazônia (ITEGAM). O professor Bruno Fernandes, que acompanhou o grupo nos eventos, ressalta que o projeto evidencia a importância de uma formação interdisciplinar ao unir Engenharia de Produção e Engenharia de Tecnologia Assistiva e Acessibilidade. (UFRB-Ascom)
Compartilhar no Google Plus

Por: Fala Recôncavo!

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

O PORTAL FALA RECÔNCAVO NÃO SE RESPONSABILIZA POR OPINIÕES EMITIDAS POR TERCEIROS NESTE ESPAÇO, MAS INFORMA QUE COMENTÁRIOS OFENSIVOS QUE EXPONHA PESSOAS,ENTIDADES OU EMPRESAS SERÃO EXCLUÍDOS

* OS COMENTÁRIOS NÃO REFLETEM A OPINIÃO DESTE BLOG,OS MESMOS DEVERÃO SER IDENTIFICADOS PARA SEREM ACEITOS, SEJA QUAL FOR O SEU TEOR.