Vereador de Santo Antônio de Jesus é vítima de golpe no WhatsApp e tem celular hackeado.


Você já ouviu falar no ‘golpe da festa ou do almoço vip’? Se ele ainda não chegou até você, atenção redobrada agora. Nos últimos meses o novo golpe foi denunciado por famosos e está fazendo vítimas em Santo Antônio de Jesus também. 

O objetivo final dos criminosos é roubar contas no WhatsApp para a prática de extorsões. O vereador Dui Souza (PPS) foi a mais nova vítima. Em contato com a Recôncavo FM, o edil falou sobre o assunto e fez um alerta, “infelizmente fui vítima desse golpe. Recebi uma ligação de Brasília onde recebi um convite para um evento; um almoço com integrantes de partido e acreditei”, disse Dui. 

Ainda de acordo com o parlamentar, após clicar em um link teve o aplicativo de mensagem tomado por um racker, “fica uma dica para quem por ventura for mais uma vítima, existe como coibir essas ações daqueles que ganham a vida em dar golpes, ativem a notificação disponível no aplicativo”, completou. 

Além do vereador Dui Souza, um funcionário da Secretaria da Cultura do município também foi exposto pelos criminosos. 

 Mas como o golpe funciona? 

Uma pessoa entra em contato por telefone com vítima em potencial informando que o famoso “X” está organizando um evento (festas ou shows) e que existe um convite VIP disponível. Com a promessa de garantia desse convite, a pessoa do outro lado da linha diz que um código SMS será enviado para o celular em questão e a vítima precisa informar os números recebidos no mesmo instante. É nesse momento que o golpe se consolida. O código enviado pelo(a) criminoso(a) é na verdade número de segurança de ativação do WhatsApp. Em posse dele, a conta da pessoa afetada é sequestrada e o perfil deixa de funcionar no celular dela. Os criminosos passam então a ter acesso a todos os contatos, conversas, fotos e arquivos da vítima.

Você já ouviu falar em autenticação em dois fatores? 

O recurso pode ser configurado dentro do próprio WhatsApp e funciona como uma camada a mais de segurança. Mesmo que uma pessoa obtenha o código de verificação SMS, ela vai precisar inserir também uma senha de seis dígitos criada pelo seu dono durante a configuração. Ou seja, só sabendo essa informação para conseguir roubar o seu perfil. As vítimas que não chegaram a criar essa senha acabam impedidas pelos golpistas de recuperar suas contas mais facilmente, já que os criminosos acabam criando uma sequência numérica que só eles vão saber. (Redação: Blog do Valente/Informações Uol)
Compartilhar no Google Plus

Por: Fala Recôncavo!

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

O PORTAL FALA RECÔNCAVO NÃO SE RESPONSABILIZA POR OPINIÕES EMITIDAS POR TERCEIROS NESTE ESPAÇO, MAS INFORMA QUE COMENTÁRIOS OFENSIVOS QUE EXPONHA PESSOAS,ENTIDADES OU EMPRESAS SERÃO EXCLUÍDOS

* OS COMENTÁRIOS NÃO REFLETEM A OPINIÃO DESTE BLOG,OS MESMOS DEVERÃO SER IDENTIFICADOS PARA SEREM ACEITOS, SEJA QUAL FOR O SEU TEOR.